Azia, Gastrite e Refluxo: Saiba Mais Sobre Esses Problemas

5 (100%) 1 vote

Muitas pessoas confundem a gastrite com azia e com refluxo gastroesofágico, mas tais problemas são diferentes e podem aparecer de forma conjunta ou separada. Desse modo, serão abordadas abaixo as diferenças entre eles.

Azia

 

A azia é uma sensação de queimação no tórax causada pelo ácido estomacal passando pelo esôfago. A queimação é sentida geralmente na parte superior e central do tórax, logo atrás do esterno (osso do peitoral). A queima pode piorar ou pode ser provocada ao se deitar.

Muitas pessoas  têm azia e há uma grande quantidade de medicamentos de venda livre (como antiácidos) e remédios caseiros disponíveis para tratar azia ou os sintomas de azia. Se a azia é grave ou a dor é acompanhada de sintomas adicionais, como falta de ar, dor nos braços ou pescoço, vá ao médico para distinguir esses sintomas de condições médicas mais graves, como um ataque cardíaco.

A azia é uma sensação de queimação no peito, sendo um sintoma de refluxo ou de gastrite.

Os sintomas do refluxo ácido que podem acompanhar a azia incluem:

  • Dificuldade em engolir;
  • Tosse crônica;
  • Dor no estômago e no abdômen superior;
  • Dor de garganta persistente;
  • Regurgitação de alimentos ou líquidos com sabor a ácido na garganta, e
  • Rouquidão persistente ou laringite.

A dieta e outras mudanças de estilo de vida podem aliviar a azia para muitas pessoas. Ademais, é importante ressaltar que a azia é mais comum durante a gravidez.

Doença do Refluxo Gastroesofágico

 

O refluxo gastroesofágico é uma condição comum que muitas pessoas experimentam.

Uma refeição grande, ou comer certos tipos de alimentos desencadeantes, pode fazer com que o esfíncter esofágico inferior se abra espontaneamente ou não feche corretamente.

O esfíncter é um músculo em forma de anel, que atua como uma válvula para evitar a liberação de conteúdo estomacal para o esôfago. Durante um episódio o refluxo, o conteúdo estomacal pode subir ao esôfago e ser sentido na boca.

Uma vez que o conteúdo estomacal geralmente contém ácido, ocorre uma sensação de queimação (comumente referida como azia) sentida no peito. E é por isso que muitas pessoas acham que estão com algum problema cardíaco, especialmente ao se deitarem.

Embora o refluxo gastroesofágico seja comum, se ele ocorrer duas ou mais vezes por semana pode ser grave. Isso acontece porque o esfíncter esofágico inferior torna-se mais relaxado, o que significa que está aberto mais frequentemente do que o normal.

A causa exata da doença não é clara, mas é sabido que a obesidade e o tabagismo são fatores de risco. Certos alimentos podem desencadear ataques de refluxo gastresofágico ou piorar os sintomas como:

  • Cítricos;
  • Chocolate;
  • Cafeína;
  • Álcool;
  • Alimentos gordurosos;
  • Cebola;
  • Alho;
  • Tomate, e
  • Alimentos picantes.

 

 

A doença do refluxo gastroesofágico, se não tratada pode, ao longo do tempo, levar à inflamação crônica do esôfago e aumentar o risco de câncer nessa região.

Se você está com excesso de peso ou fuma e tem essa doença, perder peso ou parar de fumar pode ajudar a aliviar os sintomas. Eliminar alimentos desencadeantes da dieta e comer refeições pequenas e mais frequentes também pode ser ajudar.

Resultado de imagem para azia

 

Gastrite

Várias condições e fatores de risco diferentes podem contribuir para o desenvolvimento da gastrite, uma inflamação aguda ou crônica do revestimento do estômago. O abuso de álcool e o uso prolongado de aspirina, ibuprofeno, qualquer outro anti-inflamatório não esteroide pode causar gastrite, bem como cirurgias, lesões traumáticas ou queimaduras internas. Além disso, a infecção por Helicobacter pylori também é uma causa conhecida para o problema.

Os sintomas da gastrite incluem:

  • Sensação de satisfação ao comer pouco;
  • Náuseas;
  • Inchaço, e
  • Falta de apetite.

Ocorre que a gastrite pode piorar e até mesmo provocar uma úlcera, a qual apresenta os sintomas adicionais de fezes escuras e/ou vômitos.

 

Qual a diferença entre a gastrite e o refluxo?

 

Imagem relacionada

 

Muitas das causas do refluxo são as mesmas da gastrite, incluindo o uso prolongado de remédios para alívio da dor, tabagismo e consumo excessivo de álcool. Por outro lado, a gastrite também pode ser causada por infecções ou a curto prazo, pela incidência de alguma doença viral.

 

Como identificar a gastrite e o refluxo?

O exame médico de ouro para a identificação da gastrite é a realização de uma endoscopia, que pode ser um pouco incômoda. Mas antes de pedir este teste um tanto invasivo, seu médico pode preferir fazer um exame de fezes ou respiração para verificar a existência de infecções ou até mesmo utilizar medicações.

 

Quais são os tratamentos para a gastrite e o refluxo?

O tratamento para o refluxo e a gastrite também são, por vezes, muito semelhantes, mas podem variar dependendo da causa. O primeiro tratamento mais comum é a tentativa de diminuir a acidez estomacal usando antiácido, inibidores de prótons ou até mesmo medicamentos para diarreia.

Caso haja infecção, é claro que haverá a necessidade de se tomar antibióticos conjuntamente com inibidores de prótons. Assim, peça a orientação do seu médico para descobrir o melhor tratamento para você.

 

Quer Saber Mais com fazer um tratamento eficaz? Clique Aqui 

 

 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: