Câncer de Mama: O que é? Como prevenir? Saiba mais.

Rate this post

O câncer de mama atinge milhares de mulheres – e de homens também!- no mundo todo. Veja mais informações sobre a doença abaixo.

O que é câncer de mama? Quais suas causas?

Todo câncer é, basicamente, um crescimento desordenado e acelerado das células adoecidas que invadem o organismo (tecidos e órgãos). Essas células são extremamente agressivas e formam tumores.

Os motivos do seu aparecimento podem ser tanto externos quanto internos, podendo estar ligado a fatores alimentares, sociais, temporais, genéticos, habituais entre outros. Por exemplo: Uma pessoa que tem hábito de fumar, está mais propensa a adquirir câncer de pulmão, dependendo da quantidade e do tempo que fuma. O contrário ocorre com outra pessoa que não cultiva este hábito.

As células cancerígenas podem se espalhar pelo corpo, ocasionando o que é chamado de metástase! Quando o tumor se espalha, contaminando outros órgãos que não onde se originou a doença. Por outro lado, grande parte das vezes em que foi detectado, o câncer se originou por meio de fatores ambientais. São exemplos exposição excessiva ao sol, sem usar protetores solares ou qualquer outro tipo de artifício de proteção aos raios UV.

Alcoolismo, tabagismo, uso de drogas, medicamentos, estilo de vida e genética são fatores diretamente ligados ao aparecimento da doença.
Assim como todo mal, quando descoberto no início, torna bem mais fácil a contenção da proliferação dessas células. Isto porque a formação é composta por 3 fases: iniciação, promoção e progressão.

Sendo a primeira fase, imperceptível, e a segunda o ponto chave para cortar os fatores que estão gerando a mutação celular.
O corpo, com toda a sua inteligência, separa em órgãos específicos, células de defesa. Estas vão tentar combater o crescimento maligno da doença. O avançar da idade também pode causar fragilidade no sistema imunológico e resultas em abertura de brechas para o ataque do câncer.

Sintomas do câncer de mama

O Câncer de mama se desenvolve nos seios e ocorre com muito mais frequência em mulheres. Os principais sintomas podem ser notados por você mesma como: Alteração do formato da mama, vermelhidão, coceira, temperatura alta no local, afundamento da mama, inchaço ou nódulos próximo das axilas, inversão do mamilo, endurecimento da pele da mama.

Também se deve notar alguma veia que você possa observar que teve alteração de tamanho, excreção de líquidos ou até mesmo sangue pela mama e enfim, dor.

Podem aparecer somente um ou outro sintoma, ou vários ao mesmo tempo. Tanto no homem quanto na mulher, os sintomas percebidos são os mesmos. Em seu avançar, o câncer pode causar: perda de apetite, fortes dores de cabeça, dor nos ossos, fraqueza muscular e náuseas.

Prevenção e diagnóstico do câncer de mama

A prevenção da doença é baseada no afastamento dos fatores de risco assim como o estímulo de hábitos que te protejam dela! Alimentação saudável, prática regular de exercícios, podem diminuir grandemente as chances do seu aparecimento.
A forma mais divulgada de descoberta e diagnóstico do câncer de mama é o autoexame. Entretanto, quando o tumor já está podendo ser apalpado, já não está mais em fase inicial, o que retarda o tratamento.
Com o avanço da medicina, a mamografia – que é direito de todos – é, atualmente, a melhor forma de descobrir a doença.

Tratamento do câncer de mama

Antes de dar início a qualquer tratamento, tenha esclarecido toda e qualquer dúvida com o seu médico. Existem duas saídas, dependendo do estágio e avanço do tumor.

A clínica, que conserva a mama e combate as células adoecidas através de quimioterapias e hormonioterapia, e o cirúrgico, que é a retirada da mama, retirando assim, o tumor, sendo finalizado com a radioterapia, que também pode ser aplicada em casos clinicamente tratados de câncer avançado. Os especialistas envolvidos neste tratamento são: Oncologistas, Radioterapeutas, cirurgiões plásticos e cirurgiões gerais. Mas a melhor saída é sempre a informação!

Deixe uma resposta

Pin It on Pinterest

%d blogueiros gostam disto: