Informações que você precisa saber sobre plano de saúde!

Planos de saúde são motivo de preocupação para milhares de brasileiros. Isso porque depender do Sistema Único de Saúde – SUS pode não ser recomendável. No entanto, no trimestre desse ano, foram feitas mais de 15 mil reclamações em relação à cobertura assistencial do plano de saúde.

Afinal quais seus direitos sobre seu plano de saúde? Todos deveriam ter um?

plano 2 - Informações que você precisa saber sobre plano de saúde!

A ANS é responsável por todos os planos de saúde do Brasil, tendo direito de estabelecer regras de forma unânime para todos os planos de saúde, e no momento da escolha de um plano de saúde, é importante verificar se a empresa (operadora) está registrada na ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), que regula o setor. Com muitas reclamações vindo, é difícil saber que plano de saúde escolher para você e sua família. Mas daremos algumas dicas de como analisar qual seria o melhor plano de saúde para você.

Em média, qual é o valor de um plano de saúde?

O valor varia de idade, e quantidade de pessoas da sua família. Se tivesse duas pessoas maiores de 18 e outra com menos de 18, um plano de saúde familiar, com assistência odontológica e internação em enfermaria custa, em média, R$ 500,00. E se optar por algo mais particular (quarto particular) a mensalidade aumentaria para R$ 900, em média.

Quais as garantias que o plano de saúde oferece?

  • O plano tem direito de cobrir consultas por outros profissionais de saúde como: fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista, entre outros), durante as sessões de internação hospitalar.
  • Dias de internação hospitalar (em CTI), consultas médicas sem limites.
  • Certas consultas/sessões com profissionais mais específicos ( terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, psicólogo) o plano tem o dever de cobrir também.
  • Radioterapia com IMRT para tumores nas regiões da cabeça e/ou pescoço, cirurgias por videolaparoscopia.
  • Tais como procedimentos preventivos, endodontia, exames auxiliares (complementares), restaurações, solicitações pelo odontólogo assiste (se incluir plano odontológico).
  • Alguns medicamentos imunobiológicos e medicamentos imunobiológicos, doença de Crohn e espondilite anquilosant nos planos ambulatoriais.
  • Há obrigação em fornecer bolsas coletoras para pacientes ostomizados.
  • Cirurgias “menores”, consideradas realizadas em ambiente ambulatório e sem anestesia geral (se incluir plano odontológico).

Qual é mais vantajoso? O plano de saúde familiar ou o individual?

De fato, os planos familiares são melhores na questão financeira, devido a mensalidade que se torna única para a família, do que uma mensalidade individual.

Segundo a Agência Nacional de Saúde (AHS), os reajustes anuais das mensalidades individuais se tornaram mais caros; atingindo mais de 13%, sendo maior que a inflação anual. E esse aumento não conta nos planos familiares.

Compensa o plano de saúde individual se, um dos membros da familiar utilizar mais benefícios do plano e apresentar um histórico de saúde complexo, assim precisando de atendimento especializado. De outra forma, o plano familiar é a melhor opção.

Mas afinal, o investimento vale a pena?

plano 4 - Informações que você precisa saber sobre plano de saúde!

Todos os serviços que um plano de saúde oferece como consultas, internações e medicações, exames, se fosse adquiri-los separadamente (particular), o custo seria bastante caro. Já o plano de saúde oferece tudo isso e o custo fica mais em conta, ainda mais se comparar com os serviços que a saúde pública oferece.

Como escolher adequadamente um plano de saúde?

Dependendo da sua saúde, o período de carência está sujeito a mudanças, por isso no momento que assinar o contrato, a empresa perguntará se você possui alguma doença, a dica é que conte como anda seu estado de saúde.

Após contratar o plano, você por lei você deve esperar até 24 hrs para utilizar o plano em casos de emergência, e o prazo máximo de seis meses para internações, consultas ou cirurgia, isso se chama carência. A dica é antes de contratar o plano, sempre pergunte sobre a carência.

O correto seria listar algumas empresas que você já possui em mente, depois compara-las, checar o registro da mesma na ANS e consultar se a venda é confiável. Aqui você poderá consultar os dados da operadora.

Necessário se informar sobre a cobertura que o plano possui, a maioria das empresas possui uma central de atendimento, mesmo assim, é viável perguntar para se localizar melhor e saber se possui clinicas próximo a sua residência.

Dúvidas e sites úteis

No site da ANS oferece diversos serviços e possui esclarecimento mais amplo sobre planos de saúde, acesse o site http://www.ans.gov.br/. Ou Disque-ANS: 0800 701 9656, das 8h às 20h, de segunda a sexta-feira (exceto feriados nacionais).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: