Caxumba: saiba tudo sobre essa doença e suas graves consequências

O que é caxumba?

caxumba 2 - Caxumba: saiba tudo sobre essa doença e suas graves consequências

Caxumba é uma infecção causada por vírus, atinge diretamente as glândulas parótidas. Antes de as vacinas – que devem ser aplicadas dos 12 aos 15 meses de vida – serem incorporadas ao calendário de vacinas obrigatórias do Ministério da saúde, a incidência dessa doença era bem maior. Essas glândulas fazem parte das glândulas responsáveis pela produção da saliva.

No geral, são bem raras as complicações decorrentes dela, somente quando se contrai na vida adulta é que podem aparecer.

Quando há complicação da doença, pode acontecer inchaço em outras glândulas do corpo como: testículos, seios, ovários, cérebro. Pode inclusive evoluir para meningite caso o vírus se espalhe na corrente sanguínea e chegue até o sistema nervoso central.

Seu aparecimento é mais comum no inverno e o vírus responsável por sua transmissão é o Paramyxovirus.

Como se pega caxumba?

O vírus é passado de pessoa para pessoa, através da saliva. Se você não tomou a vacina e mantém contato deveras aproximado com quem tem a doença, ou beija. Ou até mesmo compartilha talheres, copo e utensílios pessoais, pode contraí-la.

A caxumba é contagiosa?

Sim, a pessoa infectada pode contaminar outras pessoas depois de seis dias do início dos sintomas até nove dias após o início dele. Antes de começarem os sintomas, pode haver o período de incubação, que pode ser de 14 a 25 dias, ou 16 a 18 dias. Plantas e animais não podem contrair nem adquirir a doença, uma vez que somente humanos são capazes de serem hospedeiros do vírus.

Quais os sintomas da caxumba?

caxumba 1 - Caxumba: saiba tudo sobre essa doença e suas graves consequências

Os sintomas mais comuns são: inchaço das glândulas salivares acompanhado de dores, dor de cabeça, febre, perda do apetite e logicamente, dor e dificuldade ao mastigar e engolir. O inchaço pode acontecer de um lado ou dos dois.

Ao suspeitar de caxumba, para conseguir diagnosticar, o médico pede exame de sangue. Assim, ele detecta as células de anticorpos que o corpo cria para combater a infecção caso ela exista.

Tratamento para caxumba

Dentro de aproximadamente duas semanas, o próprio organismo se encarrega de curar a infecção. Assim, após este período, você já pode retomar o seu cotidiano normalmente. Inclusive, após passar pela doença uma vez, você é considerado é imune a ela, visto que a maioria das pessoas só contrai caxumba uma vez na vida. Ela pode sim se repetir em casos como erro de diagnóstico ou em indivíduos com a imunidade extremamente baixa, já que, nessa situação, os anticorpos não funcionam. Após a passagem dos sintomas e da doença, se faz extremamente necessário que tudo que foi utilizado pelo enfermo seja esterilizado, evitando assim, mais contágio.

Se você não sabe se foi vacinado contra a doença, pode se vacinar nos postos de saúde de seu município. Vale lembrar que grávidas não devem se vacinar!

Caxumba mata?

A evolução da doença pode sim generalizar o vírus por todo o organismo e glândulas de extrema importância. Sendo assim, caso aconteça, as doenças decorrentes dela, podem sim, levar à morte do indivíduo.

Caxumba e infertilidade no homem

caxumba 3 - Caxumba: saiba tudo sobre essa doença e suas graves consequências

Umas das complicações decorrentes da caxumba que podem acontecer é a infecção não estar apenas na glândula parótida e passar para as glândulas dos testículos, ocasião chamada de Orquite. Atinge diretamente ao local onde são produzidos os espermatozoides, causando assim, a infertilidade masculina.

Os sintomas são claros e bem definidos como: Nódulo nos testículos, excesso de suor na região, sensação de calor na área dos testículos, febre, dor e inchaços locais e, ainda, ejaculação e urina com sangue. Os cuidados são os mesmos que os da doença em sua forma simples, e a maneira de saber se causou infertilidade ou não, é através de um exame chamado espermograma.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: