Vacinação: veja quais são os benefícios e tabela com vacinas!

Rate this post

Vacinação é muito importante para a saúde e o bem-estar tanto individuais quanto coletivos. Algumas pessoas polemizam esse assunto, desde com teorias da conspiração (de que a vacinação serve como “testes” pelo governo) até que é esta que traz doenças. Mas será que isso tudo é verdade? Veja os mitos e os benefícios da vacinação. 

Benefícios da vacinação

Junto com a penicilina e os antibióticos, a vacina está entre um dos grandes avanços não só da Ciência, mas da humanidade. Seu uso já salvou milhares de pessoas, imunizando-as contra diversos patógenos (vírus e bactérias) ao longo dos anos.

A primeira vacina foi criada pelo médico inglês Edward Jenner em 1796. Ela era destinada a cura da varíola, uma doença infectocontagiosa que propagava-se facilmente. Ele observou que o nosso organismo, quando em contato com a vacina criada por ele, respondia gerando anticorpos.

Não só isso, mas também deixava no corpo uma “memória” da doença, o que permitia ao corpo combatê-la de imediato caso ela tentasse voltar. Essa técnica se tornou importantíssima, iniciando anos depois uma busca pela criação de outras vacinas.

A criação de vacinas envolve diversos mecanismos, não somente o de usar o vírus enfraquecido. Envolve também o uso do patógeno morto ou componentes do mesmo, dependendo do tipo de patógeno em questão.

Por que fazer vacinação?

A vacinação em crianças é um ato importantíssimo. Um bebê não têm como se defender, e por isso ele precisa de amamentação por um bom período. Nesse período, não só nutrientes são dados a criança. Também são dados anticorpos, que o protegerão de invasões de vírus e bactérias.

A vacinação é importante por alguns motivos:

  • Ela imuniza a criança contra doenças;
  • Ela diminui a capacidade do patógeno de se disseminar em meio humano, dada a grande quantidade de crianças vacinadas;
  • Por restringir a disseminação do patógeno, a vacinação acaba por proteger até mesmo aqueles que não se vacinaram.
  • Por ter um grande número de pessoas e crianças vacinadas, acaba por impedir o retorno de doenças.

Por tanto, esse ato de vacinar protege a criança de diversas doenças que poderiam até mesmo levá-las a óbito. Não só isso, mas a vacinação protege outras crianças também, além de adultos. Doenças como a poliomielite, caxumba e sarampo, quando em crianças podem causar danos sérios aos seus organismos.

Desde paralisia até cegueira, surdez, retardo mental, problemas de memória, problemas ósseos, problemas nos rins e muitos outros.

Por este motivo, as crianças brasileiras são obrigadas a ser vacinadas. O descumprimento dessa lei acarreta em multa, e risco de processo por negligência.

Há motivo para não vacinar?

Têm crescido o número de pessoas que têm evitado vacinar seus filhos. Esse número não se restringe apenas ao Brasil, e sim ao mundo todo. Diversos motivos são os causadores desse ato, como questões filosóficas ou religiosas.

Diz-se que nos últimos vinte anos, o número de crianças com sarampo cresceu de forma alarmante nos EUA. No Brasil, um dos países tidos como os mais bem-sucedidos na vacinação de suas crianças teve aumento de casos de coqueluche.

Antes de 2011, estimava-se que 0,5% da população de 1 a 4 anos tinha pego a doença. Dois anos após, o cálculo aumentou para 8,1%. Isso representa um aumento anormal para um período tão pequeno.

Esse aumento se deve justamente a isso. Independente de qualquer argumento, os números não mentem: é sim preciso vacinar.

Veja abaixo o vídeo de um médico pediatra mostrando o motivo da vacinação ser importante:

 

Tabela de vacinação para crianças e adultos

Está perdido e não sabe quais vacinas precisa tomar? Veja as tabelas abaixo e tire todas as suas dúvidas.

Tirou todas as suas dúvidas a respeito da vacinação? Dê uma passadinha no site do Ministério da Saúde. Muitas vacinas que eram restritas agora estão sendo aplicadas em pessoas com faixas etárias distintas. Clique nesse link!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: