Calvície e queda de cabelo: causas, sintomas e tratamentos

Rate this post

A calvície e a perda de cabelo geralmente é considerada um problema, especialmente por homens e mulheres mais “maduros”. Mas essa condição de  pode afetar praticamente qualquer pessoa.

Calvície e queda de cabelo: mais comum do que você imagina

Todo mundo lança cerca de 100 fios de cabelos por dia como parte do ciclo normal de crescimento das madeixas. Mas o excesso de perda geralmente é  angustiante.

Calvície e queda de cabelo: causas

O cabelo da maioria das pessoas cresce cerca de 1 centímetro por mês. 90%dos seus cabelos crescem ativamente em qualquer momento. Os outros 10% ficam em fase latente. Após dois ou três meses, esse cabelo adormecido cai e nos folículos começam a crescer novos cabelos.

A calvície é diferente da queda do cabelo. As pessoas costumam perder durante eventos estressantes. São situações como o parto, uma separação ou divórcio ou até mesmo durante períodos de dor.

Alopecia é o termo médico para a perda de cabelo. Isso não ocorre apenas no couro cabeludo. Algumas doenças e medicamentos podem desencadear esse problema em todo o corpo. Entretanto, a genética também é responsável pela maioria dos casos da calvície e perda de cabelo da cabeça.

Por que acontece calvície e queda de cabelo?

Além da hereditariedade, a perda notável de cabelo pode ser causada por uma grande variedade de fatores, incluindo:

  • Penteados ou tratamentos difíceis: penteados que usam consistentemente elásticos de borracha ou puxam o cabelo em estilos apertados. Isso pode inflamar e cicatrizar os folículos capilares.
    • Ainda, o uso de produtos químicos de forma incorreta, como corantes, alvejantes, alisadores ou soluções de ondas permanentes podem acarretar o problema.
    • Dependendo do grau de dano, a perda de cabelo resultante pode ser permanente.
  • Desequilíbrios hormonais: nas mulheres, mudanças hormonais por uso de pílulas anticoncepcionais, gravidez, parto, menopausa ou histerectomia. Tudo isso pode induzir mais folículos pilosos do que o normal.
  • Doença ou cirurgia: o estresse por doença ou cirurgia pode induzir o corpo a cessar temporariamente tarefas “não essenciais”, como a produção de cabelo.
    • Condições específicas também podem desencadear calvície e queda de cabelo, incluindo distúrbios da tireoide, sífilis, deficiência de ferro, lúpus ou infecção grave.
      • Uma condição autoimune chamada alopecia areata, que não tem cura, provoca perda de cabelo rápida no corpo.

Mais causas da perda de cabelo e calvície

  • Medicamentos e vitaminas: a quimioterapia contra o câncer, que ataca os folículos capilares em sua tentativa de matar todas as células que crescem rapidamente em todo o corpo. É uma razão bem conhecida para a perda de cabelo.
    • Os efeitos colaterais de outros medicamentos incluem a perda de cabelo. Alguns  tratam a pressão arterial elevada e a gota (uma condição de junção dolorosa causada por  acúmulo de ácido úrico no organismo).
    • Níveis excessivos de vitamina A também contribuem para calvície e queda de cabelo.
  • Déficit nutricional: dieta pesada ou distúrbios alimentares, como bulimia e anorexia, podem paralisar temporariamente os folículos capilares para cessar o crescimento capilar.
    • Isso também pode ocorrer devido à ingestão insuficiente de proteínas, vitaminas ou minerais.
  • Envelhecimento: um efeito natural do envelhecimento é o crescimento do cabelo mais lento.

Calvície e queda de cabelo em mulheres

As mulheres geralmente não ficam completamente carecas, mas perdem o cabelo no topo da cabeça. Os homens tendem a perder cabelo em todos os locais  e são mais propensos do que as mulheres a ficarem completamente carecas.

Diagnóstico: calvície e queda de cabelo

Os dermatologistas examinarão o couro cabeludo da pessoa e terão uma história de eventos médicos ou estressantes para ver o que está acontecendo na vida delas. Isso influencia no motivo de estar acontecendo calvície e queda de cabelo. 

O dermatologista pode fazer uma biópsia – tira um pequeno pedaço de pele que inclui o folículo piloso. Depois, enviá-la para um patologista para determinar se uma doença autoimune, como o lúpus, é a causa da perda de cabelo.

Examinar o cabelo e o folículo também pode determinar se alguém tem uma infecção bacteriana ou fúngica.

Tratamento e medicação: calvície e queda de cabelo

Os remédios para calvície e queda de cabelo variam de leve a extremo e de baixo custo até os mais caso. Muito dependerá da quantidade de cabelo que caiu e de quão alta prioridade a calvície e a queda de cabelo tem na sua vida.

Os tratamentos incluem:

  • perucas:as perucas são caras, mas servem tanto para cobrir a cabeça como para adicionar aos cabelos existentes, restaurando a aparência de uma “cabelo cheio”.
    • Elas são práticas para pacientes com câncer e aqueles cuja perda de cabelo é temporária.
  • Cremes e loções tópicas: minoxidil pode restaurar o crescimento do cabelo. Especialmente naqueles com perda de cabelo hereditária.
    • É aplicado diretamente ao couro cabeludo. Já a finasterida vem em forma de pílula e serve apenas para homens.
    • Observação: pode levar até seis meses para saber se esses medicamentos estão funcionando.
  • Medicamentos anti-inflamatórios: os cremes ou injeções à base de esteroides com prescrição podem acalmar os folículos capilares danificados ou inflamados por produtos químicos agressivos ou excessivos.
  • Cirurgia: os homens tendem a ser melhores candidatos para técnicas cirúrgicas de substituição do cabelo porque a perda de cabelo é geralmente limitada a uma ou duas áreas do couro cabeludo.
    • Os procedimentos incluem o enxerto, que transplanta de 1 a 15 fios de cabelo por enxerto em forma de disco para outros locais da cabeça.
    • A redução do couro cabeludo remove a pele calva, de modo que o couro cabeludo coberto de cabelo pode ser esticado para preencher as áreas carecas.
    • Os efeitos colaterais incluem inchaço, hematomas e dores de cabeça.
  • Tratamento a laser: também pode ajudar a estimular os folículos capilares e melhorar o crescimento. As pessoas muitas vezes vêem resultados quando combinam tratamento a laser com outra intervenção.

Tratamentos alternativos: calvície e queda de cabelo

No entanto, outros tratamentos que melhoraram a alopecia areata incluem ervas chinesas, acupuntura, suplementos de zinco e vitaminas, óleo de onagra e terapia de aroma.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: