Cirurgia plástica pelo SUS: como e quando fazer?

Rate this post

Já pensou em fazer cirurgia plástica pelo SUS? Não? Sabia que o SUS oferece cirurgias plásticas gratuitas em alguns casos? Sim, é possível fazer cirurgia plástica de graça pelo SUS! Quer saber mais detalhes? Leia o artigo!

Cirurgia plástica gratuita pelo SUS é lei

Uma lei de número 10.223 instituída pelo Governo no ano de 2001 instaurou a prática de cirurgias plásticas pelo SUS de graça. A cirurgia plástica pelo SUS inicialmente foi concebida para fazer reparações no corpo, porém seu uso foi estendido para fins estéticos.

A importância deste procedimento gratuito na vida de pessoas com problemas físicos é fundamental. Somente dessa forma é possível recuperar a autoestima de uns, resolvendo transtornos e problemas como depressão.

Como fazer cirurgia plástica gratuita SUS

Não é difícil conseguir obter o direito a cirurgia plástica gratuita pelo SUS. Mesmo assim, uma condição fundamental é a de que a cirurgia seja necessária para o paciente. Neste caso, onde a cirurgia é necessária para que o mesmo retome sua vida normal, o SUS autoriza o procedimento.

Em casos onde essa condição não se aplica, o SUS não permite a cirurgia plástica de graça. Neste caso, a pessoa que desejar realizar procedimentos estéticos deve comparecer a uma unidade privada ou uma instituição voluntária.

Estas instituições voluntárias realizam o procedimento independente do que motivou o paciente a ir ali. Aliás, há várias clínicas, especialmente em universidades, que aceitam voluntários para cirurgia plástica de graça.

Muitos são os casos onde o paciente, tanto homem quanto mulher, apresenta algum problema ou deformidade física. E isso influencia negativamente nas suas vidas, fazendo surgir e potencializando problemas mentais. Por isso é importante a busca por soluções para estes problemas, pois a longo prazo, o impacto pode ser pior.

Requisitos fazer cirurgia plástica pelo SUS

Em diversos casos, as pessoas evitam o contato com desconhecidos por conta do medo de suas reações. Evitam sair, ir a qualquer lugar em que ela seja exposta demais. É uma reação natural dada a situação em que a pessoa se encontra. E é por isso que é tão necessária a busca pela cirurgia.

Não são todos os tipos de cirurgia plástica que podem ser realizados pelo SUS. As pessoas que tem direito à cirurgia plástica pelo SUS devem se enquadrar nos seguintes casos:

  • Crianças com má-formação labial (lábio leporino);
  • Remoção de excesso de pele abdominal pós-cirurgia;
  • Quaisquer deformidades faciais;
  • Casos de queimaduras que deixem a pele marcada;
  • Reconstrução dos seios decorrente de remoção por motivos de câncer;
  • Deformidade no volume das mamas masculinas.

A demanda por uma cirurgia sem custos no SUS acaba por gerar uma lista de pacientes em espera. O tempo pode ser maior ou menor, dependendo do número de requerentes antes de você.  Mas se mesmo assim você deseja prosseguir, deve comparecer a algum Hospital ou Posto de Saúde do SUS.

Lá, informações sobre como você deve proceder com mais detalhes e quais os documentos irá precisar.  Além disso, na primeira consulta o médico irá avaliar a sua necessidade em fazer a cirurgia plástica gratuita pelo SUS. Por isso é muito importante que você apresente os problemas diários que aquela enfermidade lhe traz, isso será fundamental.

Como cadastrar cirurgia plástica pelo SUS

Você pode consultar os Hospitais ou Centros Médicos de sua cidade ou região sobre a disponibilidade para fazer a cirurgia plástica pelo SUS. Uma forma ainda mais fácil de descobrir isso é  entrando em contato com o 136, o Disque Saúde.

Lá, o atendente poderá fornecer a você todas as informações necessárias sobre quais procedimentos  devem ser realizados e se você poderá fazer cirurgia plástica pelo SUS. 

Quem tem direito a Cirurgia Plástica pelo SUS?

Todos têm direito a cirurgia plástica pelo SUS, a princípio, sejam eles idosos, adultos e adolescentes. Até mesmo crianças, desde que todos se encaixem nas condições especiais para que possam usufruir deste direito. Principalmente pessoas que não podem arcar com o custo de uma cirurgia fora do sistema público, pois cirurgias plásticas costumam ser bem caras.

Tem dúvidas? Veja esse depoimento e saiba mais:

 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: