Plantas Alimentícias Não Convencionais – PANC’S

Rate this post

Conheça as Plantas Alimentícias Não Convencionais – PANC’s. Se você achava que tudo o que é “diferente” é erva daninha, está enganado!

O que são Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC’s)?

As Plantas Alimentícias Não Convencionais, também conhecidas como PANC’s são consideradas ervas daninhas em muitas regiões do Brasil. Tratam-se de plantas ainda não tão conhecidas pelas pessoas, mas que têm um excelente poder nutritivo.

Esse nome foi criado pelo biólogo Valdely Kinupp  e diz respeito a plantas comestíveis que nascem nos lugares mais diferentes do mundo, como na rua, em terrenos, dentre outros, mas que acabam sendo deixadas de lado por desconhecimento ou preconceito. O biólogo imagina que mais de 11 mil plantas sejam comestíveis no Brasil.

PANC na gastronomia

Embora a população ainda não use as PANC, elas já caíram no gosto de cozinheiros e chefs famosos, como um dos mais solicitados e reconhecidos do mundo, o Alex Atala.

PANC: como plantar?

Um dos benefícios das PANC é que elas são bem mais resistentes, justamente por serem brasileiras. Você sabia que plantas como pimentão e outras não são brasileiras? Elas foram sendo exportadas ao Brasil. Se você ver uma PANC, é só cortar um ramo com flor e colocá-la em um vaso com água até soltar sementes. Depois disso, é só plantá-la.

Veja abaixo alguns tipos de PANC.

Tipos de PANC

Saião  (Bryophyllum pinnatum)

É uma planta considerada medicinal e serve para tratar problemas estomacais. Na culinária, pode ser consumida como salada ou para fazer suco detox.

PANCs

Tagete (Tagetes filifolia)

É uma planta com sabor e cheiro parecido com anis. Pode ser usada como condimento ou salada.

Tansagem (Plantago major)

É parecido com gergelim e pode substitui-lo. As folhas são parecidas com espinafre.

Ora-pro-nóbis

É bem comum em Minas Gerais, sendo dotada de proteínas vegetais.

Peixinho

É servida empanada e frita, quando fica com sabor de peixe (isso mesmo!).

 

Amor-perfeito

Pode ser usada para fazer saladas e geleias.

Dente-de-leão

Cresce em praticamente todos os locais. É rica em vitamina C e cálcio. Pode ser consumida de todas as formas, cru, cozida etc.

 

 

Beldroega

É conhecida como erva daninha. Mas é cheia de ômega 3 e tem poder antioxidante.

Taioba

É preciso ser consumida sempre cozida ou refogada, mas jamais crua.

Rabo-de-galo

Precisa passar por branqueamento (cozinhar a planta em água fervente e depois colocá-la no gelo).
Suas folhas, ramos e talos podem ser consumidos após branqueamento. Apresenta alta concentração de cálcio.

Feijão-borboleta

Tem flores e folhas que podem ser consumidas cruas, através de sucos ou como corante azul natural.

Capuchinha

É totalmente comestíveis. Precisa ser cozida ou mesmo pode ser comida crua. É bem parecida com rúcula e tem poderes anti-inflamatórios.

Azedinha

A azedinha tem um sabor peculiar e azedo, mas é muito gostosa. Pode ser usada em saladas, sucos, dentre outros.

Veja abaixo um vídeo da querida e famosa Bela Gil sobre as PANC’s. Ela entrevistou o biólogo responsável por fazer uma verdadeira compilação das PANC’s, o qual, inclusive, deu esse nome a esses alimentos tão incríveis.

Não deixe de provar as PANC’s. Para quem é vegetariano, veja também esse outro vídeo que fala só da planta peixinho, aquela que tem gosto de peixe quando empanada e frita. É simplesmente uma delícia e tem um enorme poder nutricional.

Gostou do artigo? Comente e compartilhe! Ajude a divulgar uma vida saudável na internet, com alimentos saudáveis, dietas e exercícios incríveis para ter mais qualidade de vida, bem-estar, disposição e saúde.

Quer alguma matéria especial? Peça para a gente nos comentários e faremos o possível para atender ao seu pedido! Tenha uma vida mais saudável com Fonte da Saúde!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: