Plantas Alimentícias Não Convencionais – PANC’S

Conheça as Plantas Alimentícias Não Convencionais – PANC’s. Se você achava que tudo o que é “diferente” é erva daninha, está enganado!

O que são Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC’s)?

As Plantas Alimentícias Não Convencionais, também conhecidas como PANC’s são consideradas ervas daninhas em muitas regiões do Brasil. Tratam-se de plantas ainda não tão conhecidas pelas pessoas, mas que têm um excelente poder nutritivo.

Esse nome foi criado pelo biólogo Valdely Kinupp  e diz respeito a plantas comestíveis que nascem nos lugares mais diferentes do mundo, como na rua, em terrenos, dentre outros, mas que acabam sendo deixadas de lado por desconhecimento ou preconceito. O biólogo imagina que mais de 11 mil plantas sejam comestíveis no Brasil.

PANC na gastronomia

Embora a população ainda não use as PANC, elas já caíram no gosto de cozinheiros e chefs famosos, como um dos mais solicitados e reconhecidos do mundo, o Alex Atala.

PANC: como plantar?

Um dos benefícios das PANC é que elas são bem mais resistentes, justamente por serem brasileiras. Você sabia que plantas como pimentão e outras não são brasileiras? Elas foram sendo exportadas ao Brasil. Se você ver uma PANC, é só cortar um ramo com flor e colocá-la em um vaso com água até soltar sementes. Depois disso, é só plantá-la.

Veja abaixo alguns tipos de PANC.

Tipos de PANC

Saião  (Bryophyllum pinnatum)

É uma planta considerada medicinal e serve para tratar problemas estomacais. Na culinária, pode ser consumida como salada ou para fazer suco detox.

Leia   Veja 5 produtos naturais que removem a maquiagem

PANCs

Tagete (Tagetes filifolia)

É uma planta com sabor e cheiro parecido com anis. Pode ser usada como condimento ou salada.

Tansagem (Plantago major)

É parecido com gergelim e pode substitui-lo. As folhas são parecidas com espinafre.

Ora-pro-nóbis

É bem comum em Minas Gerais, sendo dotada de proteínas vegetais.

Peixinho

É servida empanada e frita, quando fica com sabor de peixe (isso mesmo!).

 

Amor-perfeito

Pode ser usada para fazer saladas e geleias.

Dente-de-leão

Cresce em praticamente todos os locais. É rica em vitamina C e cálcio. Pode ser consumida de todas as formas, cru, cozida etc.

 

 

Beldroega

É conhecida como erva daninha. Mas é cheia de ômega 3 e tem poder antioxidante.

Taioba

É preciso ser consumida sempre cozida ou refogada, mas jamais crua.

Rabo-de-galo

Precisa passar por branqueamento (cozinhar a planta em água fervente e depois colocá-la no gelo).
Suas folhas, ramos e talos podem ser consumidos após branqueamento. Apresenta alta concentração de cálcio.

Feijão-borboleta

Tem flores e folhas que podem ser consumidas cruas, através de sucos ou como corante azul natural.

Capuchinha

É totalmente comestíveis. Precisa ser cozida ou mesmo pode ser comida crua. É bem parecida com rúcula e tem poderes anti-inflamatórios.

Azedinha

A azedinha tem um sabor peculiar e azedo, mas é muito gostosa. Pode ser usada em saladas, sucos, dentre outros.

Veja abaixo um vídeo da querida e famosa Bela Gil sobre as PANC’s. Ela entrevistou o biólogo responsável por fazer uma verdadeira compilação das PANC’s, o qual, inclusive, deu esse nome a esses alimentos tão incríveis.

Não deixe de provar as PANC’s. Para quem é vegetariano, veja também esse outro vídeo que fala só da planta peixinho, aquela que tem gosto de peixe quando empanada e frita. É simplesmente uma delícia e tem um enorme poder nutricional.

Gostou do artigo? Comente e compartilhe! Ajude a divulgar uma vida saudável na internet, com alimentos saudáveis, dietas e exercícios incríveis para ter mais qualidade de vida, bem-estar, disposição e saúde.

Quer alguma matéria especial? Peça para a gente nos comentários e faremos o possível para atender ao seu pedido! Tenha uma vida mais saudável com Fonte da Saúde!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest